A TENDÊNCIAS DAS TENDÊNCIAS – BOTAS VERMELHAS

Pois bem, estou de volta e continuo a falar de tendências, mas hoje a ideia é inspirar-vos mais com imagens e não tanto com palavras.

Vamos lá!

Conforme referi no meu artigo anterior e que podem ver aqui,  o vermelho é «a cor» desta estação e desenganem-se que não se limita a peças de vestuário, podemos encontrar a  cor tendência em vários acessórios e calçado.

E é exatamente de calçado, vermelho, que vou falar, e de como utilizá-lo no dia-a-dia, deixando alguns exemplos para que se inspirem e adaptem ao vosso estilo.

Nestes primeiros looks inspiradores, apresento-vos as botas vermelhas mais desejadas desta estação: são acima do joelho, bicudas e algumas têm um aspecto meio «amarrotado», mas estas são o must have da estação.  E pode usá-las das mais variadas formas, mas a conjugação perfeita é usá-las com vestidos fluidos ou camiseiros.

Como segundo look inspirador temos as botas comuns e uns botins mais fáceis de conjugar, mas não menos bonitos e desejados. Ficam, super, bem com umas calças cigarrete acima do tornozelo, ou umas calças com corte regular, dando um toque de cor ao seu look.

Nestes looks, voltamos ao must have desta estação, mas numa versão mais profissional, para as mulheres cuja a profissão exige trajes mais formais, mas não menos atuais.

Inspirem-se nas imagens e peguem no vosso fato completo, naquelas calças de xadrez, num vestido midi ou no trench coat e coloquem umas belas botas vermelhas e arrasem.

O meu conselho é sempre o mesmo experimentem.

Todas as fotos retiradas do pinterest.

Ana Pina, Consultora de Imagem

Anúncios

A história do Lenço de Pescoço

A moda é composta por tendências cíclicas: o que há 10 anos foi moda, é outra vez este ano, tal como foi nos anos 70. Hoje falo-vos de moda como lição histórica, mudando um bocado a perspectiva de uma das maiores tendências de 2017 que se arrastará (julgo) até ao fim desta década.

Podemos voltar atrás ao tempo dos reis. Vamos até ao século XVI em que este lencinho aparece como se fosse de encantar no reino das princesas. Simbolizava a riqueza, exuberância – era próprio da aristocracia.

Depois desaparece: transforma-se em colarinhos entre outros. Voltando a ganhar destaque no século XX de um ângulo bem diferente do anterior.

Estamos em plena Primeira Guerra Mundial quando as mulheres começam a trabalhar porque a necessidade aguça o engenho. O lenço passa a objeto prático: completa o look formal mas protege dos resfriados ao mesmo tempo. No seu evoluir, foram as hospedeiras que levaram o lenço consigo enquanto símbolo da profissão.

A realidade é que também andaram por aí por volta dos anos 80. Sei isto porque quando apareci à frente da minha avó com um lenço ao pescoço dizia-me cheia de espanto que tenho uma gaveta cheia deles porque é fantástico como se usavam no meu tempo e agora andas aí tu com um igual. Convenhamos, não há enciclopédia mais correta que uma avó!

Para acabar, clarifico que estou a falar: de um lenço de formato quadrado, que se usa ao pescoço com as cores que quisermos, mas sempre atado de lado para cair perto do cabelo.

Sim, os de seda são os melhores – já dizia o Senhor Hermès que os criou há 200 anos e conseguiu a proeza de os eternizar até hoje. Mas a realidade é que vem aí o Inverno e podemos sempre dar prioridade a tecidos quentes.

E esta lição é para as mulheres: o lenço como símbolo social! Mas se repararem, os homens também andam de lenço ao pescoço. Mas para isso, precisávamos de mais um sumário.

Francisca Pedra Soares

Texto redigido segundo o novo acordo ortográfico

Folhos e riscas: a tendência desta Primavera

Vamos lá falar de Camisas! É verdade não é a primeira vez que falo em camisas, mas confesso que é uma das peças do guarda-roupa, para além de sapatos, que mais utilizo e gosto. É uma peça essencial em qualquer guarda-roupa feminino e que todas nós temos pelo menos duas ou três que combinam com qualquer coisa.

Desenganem-se se acham que venho falar da típica camisa branca, perfeita para usar com um «fatinho», hoje falo-vos de uma tendência que, pelos vistos, veio para ficar que são as camisas com folhos e as camisa às riscas e a conjugação das duas.

Temos visto esta tendência desde o inicio da estação passada, e vai continuar até à próxima estação, diria que vai ser uma estação marcada por folhos e riscas, mas não se trata apenas dos folhos e das riscas mas sim do facto de estas camisas deixarem de ter aquele corte normal e formal e passarem a ter cortes modernos e arrojados, cheios de assimetrias sobreposições, deixando de ser apenas mais uma camisa e tornando-se um must have.

E o melhor é que vamos poder encontrar todos estes cortes, assimetrias, folhos e riscas conjugados numa só peça, capaz de modernizar qualquer look.

Mas atenção às camisas cujos os folhos estão localizados na parte superior: não são indicadas para quem tem ombros largos (corpo triângulo invertido*) e um peito mais avantajado, para este tipo de corpo aconselho as camisas às riscas e apenas na vertical.

Já as camisas cujos folhos estão localizados na parte inferior (à altura da anca) e final das mangas, não são indicados para mulheres com as ancas mais largas (corpo pera ou triângulo*), uma vez que os folhos, nessa zona, chamam a atenção para essa zona do corpo.

Indicações feitas já sabem o meu conselho é sempre o mesmo experimentem!

Ana de Pina, Consultora de Imagem

 

Casacos tendência Outono/Inverno 2016

E cá estamos nós em pleno Outono, altura perfeita para vos dar a conhecer as grandes tendências para as estações de outono-inverno em matéria de «agasalhos», mais especificamente casacos.

MILITAR

Começo pelo casaco de estilo militar, que é um must have neste outono-inverno, é uma das peças chave destas duas estações, se não têm um aconselho a comprar.
O casaco de estilo militar pode ser encontrado em três cores dominantes, o preto, azul escuro e o verde khaki e nos mais variados estilos, comprimentos, tecidos, com diferentes tipos de botões e com ou sem apliques alusivos às «patentes militares». Podem usar e abusar deste casaco.

PUFFERS

Outra grande tendência são Puffers ou casacos acolchoados, que no inverno passado já eram uma tendência e pelos vistos vieram para ficar.
Os puffer além de «fofinhos», são o típico casaco «2 em 1»: uma excelente opção para os dias mais frios e muito úteis em dias chuvosos, uma vez que muitos deles são impermeáveis. Podem ser encontrados nas mais variadas cores, comprimentos e com ou sem capucho.

TARTAN

Passemos aos casacos Tartan, a palavra tartan diz-vos alguma coisa? E se eu disser típicas saias dos escoceses? Já vos diz algo? Com certeza que sim. Pois é, os casacos de padrão Tartan (linhas perpendiculares/geométricas) vieram para ficar e, como não podia deixar de ser, nos seus padrões mais característicos os vermelhos, verdes e azuis.

VELUDO

E por último, mas não menos importantes, estão os casacos de veludo, é verdade o veludo, amado por umas e odiado por outras, veio para ficar, é uma forte aposta neste outono-inverno, podem encontrá-los muito longos, muitos deles até aos pés, ou noutros formatos e em cores bem vibrantes como o roxo e dourado, mas também podemos encontrar em preto e vermelho.
O meu conselho é sempre o mesmo: experimentem. 🙂

Ana de Pina, Consultora de Imagem

Tendência Oversized

Uma das grandes tendências desta primavera verão são as camisas Oversized, que em bom português significa «camisas acima do tamanho» uma versão renovada, moderna e masculinizada das tradicionais camisas brancas, que nunca podem faltar no nosso guarda-roupa.

Vai poder encontrar esta peça sobretudo em duas cores: branco e azul claro.

050fbe8a063e185ee55b2688c7b1f402f5c386ea939fdd4ed9005084326e3dab

Não há como ficar indiferente a esta grande tendência, uma vez que pode utilizá-la de uma forma mais casual com umas simples calças de ganga e belos ténis nos pés, como também poderá utilizá-la num look mais formal, com uma saia travada ou umas calças e um bom salto alto, ideal para uma festa, um evento social e até mesmo para ir trabalhar.

1b4b705d07feb6046e11b31dac2b704c

 

Algumas destas camisas são tão oversized que até as conseguimos utilizar como vestido.

Não esquecendo que esta pode ser uma tendência bem económica, pois não tem de ir a correr comprar a sua peça oversized bastando ir até ao armário do seu marido, namorado, companheiro, Pai ou irmão e lá vai estar ela à sua espera.

No entanto, alerto para o facto de que, em alguns casos, dependendo do formato do vosso corpo, esta tendên
cia poderá não ser a mais apropriada, afinal não vos queremos transformar em «sacos de batatas andantes», para esclarecer nada como experimentar e ver como se sente e se realmente se adequa ao seu tipo de corpo.

ef4c1baeb714fbf1da3f00c8c17a5669Não se esqueça, se esta não for a tendência mais adequada para si existem outras tantas igualmente na moda, que nós não deixaremos de indicar.

O meu conselho é sempre o mesmo: experimentem!

Ana de Pina, Consultora de Imagem