Marcas que marcam a diferença em Portugal

A sustentabilidade e ética fazem parte integrante de todas as fases de produção (e posterior) comunicação da moda. Resultaram de 2017 estudos que comprovam que estes 2 fatores são, não só símbolo de inovação, mas também condição essencial à sobrevivência da indústria.

Aqui em Portugal temos muita gente já atenta a estas questões. Aqui ficam 10 marcas portuguesas que já deixam uma pegada sustentável e/ou ética neste Mundo:

Green Boots – Earth Heritage: uma marca cheia de herança que vende calçado de qualidade, confortável e duradouro. Transparentes em relação ao seu método de produção (Goodyear Welt) e focados em dar trabalho aos artesãos da sua fábrica.

greenbootsgreenboots.pt

 As Portuguesas – Egofriendly footwear: usam cortiça e matérias sustentáveis; querendo ser intemporais – acreditando na durabilidade dos seus materiais.

asportuguesasasportuguesas.shoes

 MDMA Shoes: «Minimize damage, maximize arte»: sapatos feitos de materiais reciclados e residuais. A fundadora garante nunca mais quer voltar a criar moda que seja prejudicial para a Natureza.

mdmasmdmashoes.com

NaturaPura: roupa para bebés e crianças feita de algodão biológico, evitando quaisquer tipos de alergias para os bebés.

naturanaturapura.com

Toino Abel: carteiras feitas à mão, repletas da herança e experiência dos seus criadores. Usam a natureza portuguesa com respeito, inclusive pele vegetal pintada.

toinotoinoabel.com

Narra – Mãos Que Contam Histórias: uma marca de acessórios de moda para mulheres, que vinga pela qualidade de cada peça feita à mão por artesãos que encontram em Portugal, e não só. Contam as histórias de cada artesão, valorizando assim o seu trabalho e assumindo um preço justo.

narranarra.store

 AwayToMars: afirmam-se pela garantia que dão aos seus consumidores de que cada interveniente no processo de produção de cada peça é justamente recompensado.

awaytomarsawaytomars.com

Elementum: apostam em designs simples e multifuncionais (afirmam que nós é que usamos as roupas, não são as roupas que nos usam a nós), feitos de matérias sustentáveis e naturais.

elementumluxuryistohavesimplethings.com

 NAE Vegan: uma marca de calçado que defende a proteção animal usando apenas matérias ecológicos e naturais. Querem que os seus sapatos representem também este estio de vida.

naenae-vegan.com

 Isto.: marca criada por 3 homens e feita para homens. Contrariando as estações, criam designs transversais aos 12 meses do ano, usando as melhores matérias e métodos de produção para que durem, durem, durem. São transparentes em relação ao preço que praticam.

istoisto.pt

Francisca Pedra Soares

Consultora de Marketing & Comunicação

Texto redigido segundo o novo acordo ortográfico

 

Anúncios

A TENDÊNCIAS DAS TENDÊNCIAS – BOTAS VERMELHAS

Pois bem, estou de volta e continuo a falar de tendências, mas hoje a ideia é inspirar-vos mais com imagens e não tanto com palavras.

Vamos lá!

Conforme referi no meu artigo anterior e que podem ver aqui,  o vermelho é «a cor» desta estação e desenganem-se que não se limita a peças de vestuário, podemos encontrar a  cor tendência em vários acessórios e calçado.

E é exatamente de calçado, vermelho, que vou falar, e de como utilizá-lo no dia-a-dia, deixando alguns exemplos para que se inspirem e adaptem ao vosso estilo.

Nestes primeiros looks inspiradores, apresento-vos as botas vermelhas mais desejadas desta estação: são acima do joelho, bicudas e algumas têm um aspecto meio «amarrotado», mas estas são o must have da estação.  E pode usá-las das mais variadas formas, mas a conjugação perfeita é usá-las com vestidos fluidos ou camiseiros.

Como segundo look inspirador temos as botas comuns e uns botins mais fáceis de conjugar, mas não menos bonitos e desejados. Ficam, super, bem com umas calças cigarrete acima do tornozelo, ou umas calças com corte regular, dando um toque de cor ao seu look.

Nestes looks, voltamos ao must have desta estação, mas numa versão mais profissional, para as mulheres cuja a profissão exige trajes mais formais, mas não menos atuais.

Inspirem-se nas imagens e peguem no vosso fato completo, naquelas calças de xadrez, num vestido midi ou no trench coat e coloquem umas belas botas vermelhas e arrasem.

O meu conselho é sempre o mesmo experimentem.

Todas as fotos retiradas do pinterest.

Ana Pina, Consultora de Imagem

A história do Lenço de Pescoço

A moda é composta por tendências cíclicas: o que há 10 anos foi moda, é outra vez este ano, tal como foi nos anos 70. Hoje falo-vos de moda como lição histórica, mudando um bocado a perspectiva de uma das maiores tendências de 2017 que se arrastará (julgo) até ao fim desta década.

Podemos voltar atrás ao tempo dos reis. Vamos até ao século XVI em que este lencinho aparece como se fosse de encantar no reino das princesas. Simbolizava a riqueza, exuberância – era próprio da aristocracia.

Depois desaparece: transforma-se em colarinhos entre outros. Voltando a ganhar destaque no século XX de um ângulo bem diferente do anterior.

Estamos em plena Primeira Guerra Mundial quando as mulheres começam a trabalhar porque a necessidade aguça o engenho. O lenço passa a objeto prático: completa o look formal mas protege dos resfriados ao mesmo tempo. No seu evoluir, foram as hospedeiras que levaram o lenço consigo enquanto símbolo da profissão.

A realidade é que também andaram por aí por volta dos anos 80. Sei isto porque quando apareci à frente da minha avó com um lenço ao pescoço dizia-me cheia de espanto que tenho uma gaveta cheia deles porque é fantástico como se usavam no meu tempo e agora andas aí tu com um igual. Convenhamos, não há enciclopédia mais correta que uma avó!

Para acabar, clarifico que estou a falar: de um lenço de formato quadrado, que se usa ao pescoço com as cores que quisermos, mas sempre atado de lado para cair perto do cabelo.

Sim, os de seda são os melhores – já dizia o Senhor Hermès que os criou há 200 anos e conseguiu a proeza de os eternizar até hoje. Mas a realidade é que vem aí o Inverno e podemos sempre dar prioridade a tecidos quentes.

E esta lição é para as mulheres: o lenço como símbolo social! Mas se repararem, os homens também andam de lenço ao pescoço. Mas para isso, precisávamos de mais um sumário.

Francisca Pedra Soares

Texto redigido segundo o novo acordo ortográfico

Agora é a vez dos homens!

O mundo da moda foca-se, certamente, mais em nós, mulheres. No entanto, os últimos anos provam que os homens têm vindo a saber marcar a sua posição cada vez mais.

Enquanto as semanas da moda femininas são publicitadas com pompa e circunstância, os homens podem passar despercebidos, mas já se despacharam e começaram as suas próprias semanas, também, nas quatro capitais da moda.

O que esperar de um homem moderno no Outono/Inverno 2017/2018?

Um throwback aos anos 70 (modo rock ‘n roll ou hippie, vale tudo) é o que ditam as grandes marcas de luxo.

1

Burberry, Roberto Cavalli, Gucci

Os casacos poderão variar dentro de um espectro que inclui o estilo militar, os puffer e até mesmo o vison masculino (demais para um português? Talvez!).

2

Maison Magriela, Raf Simons e Prada

Quanto aos tecidos, importa notar que o veludo passa para os homens. Para os mais arrojados, toques metalizados e de verniz serão uma excelente aposta.

Quanto aos tons, aponta-se o azul cor do céu e o encarnado vivo como as maiores tendências para contrastar com os clássicos invernais e gangas.

De resto, é sempre bom valorizar o que é nacional e assim sendo, fiquem sabendo que o estilista Miguel Vieira apresentou a sua coleção Reflexos na semana da moda masculina de Milão, sendo o primeiro português a marcar presença no evento. Com alguns dos pontos acima assinalados, o designer optou por um conjunto de outfits mais clássico e muito elegante.

3

Francisca Pedra Soares, escreve a partir de Milão.

Texto redigido segundo o novo acordo ortográfico

 

Ano novo… esta moda!

Passado o Natal, chega o frenesim da passagem de ano. As misturas em tons de azevinhos ficam de lado e decidimos abraçar o prateado e dourado: metaforicamente depositamos na meia noite de dia 31 toda a brilhantina que acreditamos embelezar o ano que está prestes a chegar.

Os anos passam, as 12 badaladas continuam a ser acompanhadas pelos mesmos tons. E ainda bem, porque se acreditamos num amanhã diferente, nada melhor que roupa brilhante para nos dar o impulso de que precisamos para enfrentar o “ano novo, vida nova” no qual pomos muitas das nossas esperanças.

Revendo então aquilo que se usa nesta tão temporizada noite, comecemos pelos sapatos: pretos! De ténis a salto agulha (sandálias também incluídas), o importante é deixarem o outfit brilhar e os pés dançarem. Quanto ao cabelo, a aposta está no semi apanhado. Dois detalhes importantes que vão permitir festejar confortavelmente.

picture1Quanto à roupa, não se descuide! É mesmo para ir buscar as lantejoulas, os veludos brilhantes e todos os acessórios que normalmente guardamos para ocasiões especiais. O importante é que combinem, e isso não quer dizer que todas as misturas são proibidas. (Fica a dica: veludo com lantejoulas, porque não?)

picture2Com o preto, dourado e prateado ninguém se compromete nesta noite; para as mais arrojadas, encarnado ou cor de laranja serão escolhas acertadas.(E o rose gold: começou a ser utilizado na tecnologia para agora se ter tornado um ícone da moda).O padrão de estrelas também não fica aquém e num apanhado geral do que foi a moda em 2016, as saias rodadas em balão e o fato completo feminino serão também ressuscitados na noite mais glamorosa do ano.

Do vestido curto ao macacão comprido, com decote à frente e atrás, as hipóteses são infinitas. No entanto, vence o macacão!

 

Já agora, deixo mais uma dica: a cor de 2017 será o verde. Cor associada a novos começos, à natureza e à tão portuguesa esperança.

Bom ano!

Francisca Pedra Soares

 

 

 

Tendência Oversized

Uma das grandes tendências desta primavera verão são as camisas Oversized, que em bom português significa «camisas acima do tamanho» uma versão renovada, moderna e masculinizada das tradicionais camisas brancas, que nunca podem faltar no nosso guarda-roupa.

Vai poder encontrar esta peça sobretudo em duas cores: branco e azul claro.

050fbe8a063e185ee55b2688c7b1f402f5c386ea939fdd4ed9005084326e3dab

Não há como ficar indiferente a esta grande tendência, uma vez que pode utilizá-la de uma forma mais casual com umas simples calças de ganga e belos ténis nos pés, como também poderá utilizá-la num look mais formal, com uma saia travada ou umas calças e um bom salto alto, ideal para uma festa, um evento social e até mesmo para ir trabalhar.

1b4b705d07feb6046e11b31dac2b704c

 

Algumas destas camisas são tão oversized que até as conseguimos utilizar como vestido.

Não esquecendo que esta pode ser uma tendência bem económica, pois não tem de ir a correr comprar a sua peça oversized bastando ir até ao armário do seu marido, namorado, companheiro, Pai ou irmão e lá vai estar ela à sua espera.

No entanto, alerto para o facto de que, em alguns casos, dependendo do formato do vosso corpo, esta tendên
cia poderá não ser a mais apropriada, afinal não vos queremos transformar em «sacos de batatas andantes», para esclarecer nada como experimentar e ver como se sente e se realmente se adequa ao seu tipo de corpo.

ef4c1baeb714fbf1da3f00c8c17a5669Não se esqueça, se esta não for a tendência mais adequada para si existem outras tantas igualmente na moda, que nós não deixaremos de indicar.

O meu conselho é sempre o mesmo: experimentem!

Ana de Pina, Consultora de Imagem

Principais tendências primavera-verão 2016 low cost

Com o bom tempo a chegar, ficamos cheias de vontade de usar roupa mais leve e fresca. É, então, altura de perceber o que se vai usar nesta estação.

Vestido comprido

Esta estação traz-nos muita frescura numa selecção de vestidos leves estampados. Acrescentem um cinto para marcar a cintura e adelgaçar a figura.

Saia plissada

Uma peça muito feminina e dinâmica que pode ser conjugada com peças mais ajustadas. A mistura de volumes enriquece o look.

Culottes

Como são peças com algum volume, tendemos a parecer mais baixas. Para contrariar este efeito, podem usar com sapatos de salto da cor da pele, fazendo com que as pernas pareçam mais compridas.

Flores e Riscas

Estes padrões também não são novidade, mas continuam a fazer furor. Para conseguirem uma figura mais esguia, prefiram padrões mais pequenos e riscas verticais.

Para um resultado equilibrado em termos de cores, combinem com peças lisas de cor neutra ou de uma das cores do padrão.

Blusão bomber

Inicialmente desenhado para os soldados americanos, este casaco tornou-se numa das peças-chave do guarda-roupa feminino.

Um casaco muito versátil, que podem usar em situações mais casuais, conjugando com uns jeans, ou em situações mais formais, conjugando com um vestido.

Acessórios

A destacar os lenços, malas de mão rígidas, sapatos entrelaçados e ténis.

Não posso deixar salientar que, apesar de estarem na moda, nem todas as peças favorecem todas as mulheres. Escolham peças que assentem bem e sejam adequadas à vossa rotina.

Deixo aqui algumas sugestões, com preços bem simpáticos, para que possam aderir às vossas tendências preferidas.

Sugestões tendências low-cost.png

Peças retiradas das lojas on-line das respectivas marcas.

Rita Completo, Consultora de Imagem