A história do Lenço de Pescoço

A moda é composta por tendências cíclicas: o que há 10 anos foi moda, é outra vez este ano, tal como foi nos anos 70. Hoje falo-vos de moda como lição histórica, mudando um bocado a perspectiva de uma das maiores tendências de 2017 que se arrastará (julgo) até ao fim desta década.

Podemos voltar atrás ao tempo dos reis. Vamos até ao século XVI em que este lencinho aparece como se fosse de encantar no reino das princesas. Simbolizava a riqueza, exuberância – era próprio da aristocracia.

Depois desaparece: transforma-se em colarinhos entre outros. Voltando a ganhar destaque no século XX de um ângulo bem diferente do anterior.

Estamos em plena Primeira Guerra Mundial quando as mulheres começam a trabalhar porque a necessidade aguça o engenho. O lenço passa a objeto prático: completa o look formal mas protege dos resfriados ao mesmo tempo. No seu evoluir, foram as hospedeiras que levaram o lenço consigo enquanto símbolo da profissão.

A realidade é que também andaram por aí por volta dos anos 80. Sei isto porque quando apareci à frente da minha avó com um lenço ao pescoço dizia-me cheia de espanto que tenho uma gaveta cheia deles porque é fantástico como se usavam no meu tempo e agora andas aí tu com um igual. Convenhamos, não há enciclopédia mais correta que uma avó!

Para acabar, clarifico que estou a falar: de um lenço de formato quadrado, que se usa ao pescoço com as cores que quisermos, mas sempre atado de lado para cair perto do cabelo.

Sim, os de seda são os melhores – já dizia o Senhor Hermès que os criou há 200 anos e conseguiu a proeza de os eternizar até hoje. Mas a realidade é que vem aí o Inverno e podemos sempre dar prioridade a tecidos quentes.

E esta lição é para as mulheres: o lenço como símbolo social! Mas se repararem, os homens também andam de lenço ao pescoço. Mas para isso, precisávamos de mais um sumário.

Francisca Pedra Soares

Texto redigido segundo o novo acordo ortográfico

Anúncios

Da moda para a vida real: personalize-se

Com a evolução tecnológica, a imensa facilidade com que satisfazemos as necessidades e desejos veio acompanhada de uma nova tendência: a personalização (completamente individual) de inúmeros bens e serviços. Desde o iPhone que recentemente expandiu para o encarnado, ao pato de borracha de todos os feitios e cores (ver Duck Store).

Mas voltemos à origem e vejamos as tendências para os 6 principais grupos de acessórios de moda para esta Primavera/Verão:

Carteiras

 

carteira

Salsa

Ganham os feitios: sacolas com alças de mochila, tiracolo usado só de um lado ou debaixo do braço e bolsa minaudière para festas. Feitios intemporais renovados com pormenores de brilhantes (aplicados nos elementos funcionais como cordões e fechos) e cores metalizadas.

Lenços

lenco

Zara

Para pescoço, cabeça ou pulso. O que interessa é personalizado e o mais interessante é que já se vêm lenços de tamanho único que servem para qualquer dos usos que preferirmos no dia. Investimos num lenço, ganhamos muitos estilos.

Cintos – com fivelas marcantes, especialmente adoptados por marcas de luxo.

cinto

Gucci, via Pinterest


Joias

joias

Foto via Pinterest

Brincos grandes com pedras coloridas ou franjas, usar muitos anéis de diferentes estilos e o mais excêntrico é a «corrente de corpo»: a fotografia fala por si. Um acessório que ganhou relevância com a nova tendência de roupas para festivais.

Óculos

occhiali-COPERTINA

Pinterest

Continua a moda hipster de usar óculos sem graduação; e quanto aos de sol, voltamos ao 8 ou 80: ou sem massa nenhuma ou com um feitio personalizado para cada pessoa com massas de diferentes cores e feitios.

Chapéus

H&m Zara

8 ou 80: boné de basebol ou estilo panamá.

 

Francisca Pedra Soares, escreve a partir de Milão.

Texto redigido segundo o novo acordo ortográfico

Uma família muito moderna

Na onda primaveril da regeneração, olhei para a moda que a minha família tinha para me oferecer. Existem tios mais clássicos, tias que usam ténis e primas que arrasam na maquilhagem. E o que terá isto a ver com a regeneração?

Entre tantos estilos diferentes e muito próprios, as quatro gerações que ali se misturam unem-se através de laços familiares, e não só. As avós usam anéis das suas mães, eu uso os colares da minha avó e a minha prima pequenina usa o lacinho cor de rosa dos meus sete anos.

À primeira vista parece difícil usar o lenço de há três décadas atrás e apropriá-lo: afinal o que fazer com ele, que é branco às bolas encarnadas e que nem sequer tem a cor da moda? No entanto, a felicidade de fazer parte de uma cadeia de mulheres bonitas e que agora chegou a minha vez de a continuar enche, não só o armário, mas também o coração.

familiaAlgumas roupas e acessórios são intemporais, e por muito que façamos deles nossos, têm a força de serem hoje meus, ontem da minha avó e amanhã da minha prima.

Um anel de ouro, um colar de pérolas ou uma pregadeira prateada são eternamente modernos e há que honrar quem já os honrou e usá-los, sem medo de arriscar combiná-los com a roupa da moda, que este verão nos permite usar muitos e grandes acessórios (fica a dica!).

Neste turbilhão de imagens, lembrei-me que a Dress For Success faz exatamente isto: procura dar vida a roupas que lhe chegam às mãos em forma de doação e saem em forma de dádiva, com a capacidade de tornarem melhor a vida de tantas mulheres.

Não são uma família como as nossas, mas também propagam a partilha e a confiança femininas, através da renovação de roupa que, como a da minha família, é muito moderna.

Foto aqui

Imagem1

Francisca Pedra Soares, escreve habitualmente sobre moda

Texto redigido segundo o novo acordo ortográfico

Lenços na cabeça : aprenda a tirar partido desta tendência

Desde o ano de 2014, sensivelmente, que os lenços são o adereço mais utilizado para a cabeça, tornando-se assim numa enorme tendência, usados como fitas e/ou como  turbantes.

img_8572Este simples acessório consegue, frequentemente, tornar-se uma verdadeira obra de arte,  capaz de transformar um simples look em algo arrojado, sofisticado, e até mesmo elegante. São peças verdadeiramente versáteis, e muito fáceis de utilizar e conjugar com qualquer guarda-roupa, desde o look mais casual ao formal.

Podemos, desde logo, conjugá-los com aquele vestido preto básico, tornando o look mais moderno e até sofisticado, ou até mesmo com umas simples calças de ganga e um camiseiro.

10987740_418795194961284_6017670731497760979_n

Os lenços funcionam, assim, como o «up grade» para aqueles dias em que não queremos investir tanto no nosso look, ou até mesmo para aqueles dias em que simplesmente acordamos e sem saber mais o que usar e como usar, ou simplesmente queremos inovar e lá está ele  nosso aliado nestes «proféticos» dias.

Mais do que um simples acessório de moda pode ser, como vê, o seu maior aliado.

E engana-se se pensa que este acessório apenas se adapta às estações do ano mais quentes, os lenços/ turbantes em tons mais escuros e/ou quentes adaptam-se perfeitamente aos nossos looks de outono/inverno.

1925116_261688127338659_1846663394_nE são várias as formas de usar este nosso aliado, podemos simplesmente amarrar à volta da cabeça, das mais variadas formas, transformando-os em fitas mais volumosas, com ou sem laços, ou até mesmo em turbantes, que confesso são os meus preferidos.

O meu conselho? Arrisquem.

Não há nada melhor do que dar asas à imaginação, e acreditem os resultados podem ser surpreendentes!

 

 

Foto cabeçalho aqui

 

Ana de Pina, Consultora de Imagem