Cabelos – tendência Cabelos Naturais

Hoje venho falar-vos de um tema diferente, já ouviram falar de transição capilar? Pois bem, este é o nosso tema de hoje.

A transição capilar mais não é do que uma «fase de passagem», desde o momento em que se toma a decisão de «libertar» o cabelo de todos os processos químicos efetuados , ou seja, é uma fase em que o cabelo deixa de receber qualquer tipo de tratamento químico (alisamentos, desfrisos, permanentes, marroquinas…) e volta ao seu estado natural.

Resolvi abordar este tema porque, cada vez mais, as mulheres escolhem adotar um estilo de vida saudável que não passa apenas pela alimentação e exercício físico mas sim pela sua saúde em geral, onde se incluía a saúde dos seus cabelos.

Diria que tudo começou como «uma moda», sim moda! A moda dos cabelos naturais que teve o seu início muito por influência das mulheres cujo tipo de cabelo não é liso, ou seja, por todas aquelas que têm cabelos cacheados, caracóis, cabelo frisado e «afro».

E estas mesmas mulheres decidiram libertar os seus cabelos e adotar um estilo natural até porque, até há bem pouco tempo, estes tipos de cabelo sofreram alguma discriminação em detrimento dos cabelos lisos, o que forçou/forçava algumas mulheres a ocultarem os seus cabelos naturais através de inúmeros processos químicos para os tornarem lisos.

Mas esta «moda» vai mais além e mesmo as mulheres cujo tipo de cabelo é liso,decidem cada vez mais adotar os seus cabelos naturais, seja assumindo os cabelos brancos seja assumindo a cor natural dos seus cabelos, na demanda da beleza natural, saudável e livre.

Decidi falar sobre este tema, porque ainda vivemos numa época em que, para muitas de nós, mulheres, sermos aceites em determinado espaço social e/ou profissional somos forçadas a mudar e tal passa, muitas vezes, pela mudança do nosso visual , incluindo o cabelo.

A maioria das vezes o que muitos entendem como um «cabelo aceitável», se é que tal existe, passa por andarmos com o cabelo no seu estado «não natural», o que levou a maioria das mulheres a socorrer-se de mil produtos e mil tratamentos capilares, a maioria cheios de quimicos prejudiciais para o cabelo, para ter o tal «cabelo socialmente aceite».

Pois bem mulheres, nem toda a gente mudou a sua mentadlidade e ainda existe um longo caminho a percorrer, mas a verdade é que não precisamos disto,a não ser por escolha própria e não por uma imposição social.

Podemos  ser social e/ou profissionalmente aceites com os nossos cabelos, sejam eles como forem, afinal somos mais do que um tipo de cabelo e livres de escolher.

Ana de Pina, Consultora de Imagem

Anúncios

Maquilhagem para peles com acne

Embora seja mais comum na adolescência, muitas mulheres adultas sofrem com o acne tardio. As imperfeições deixadas pelas borbulhas deixam uma marca na confiança de qualquer mulher.

A pele com acne é um verdadeiro desafio: por um lado, queremos esconder as borbulhas e as marcas deixadas; por outro, é necessário ter bastante cuidado com os produtos utilizados para que não piorem o estado de inflamação em que a pele se encontra. Para além disto tudo, a pele acneica é tendencialmente mais oleosa, o que torna mais difícil conseguir uma maquilhagem que disfarce as borbulhas durante todo o dia.

Existem duas regras de ouro para conseguir tirar o máximo partido da maquilhagem, se tem acne. A primeira é a limpeza: é essencial, pois vai livrar a pele de todas as impurezas e garantir que os poros não ficam obstruídos. Deve ser feita de manhã e à noite e sempre seguida de um cuidado hidratante adequado a pele acneica, para equilibrar os níveis de hidratação.

A segunda regra é: use produtos não comedogénicos e sem óleos. Existem várias marcas com produtos específicos para a pele acnéica, com fórmulas oil free que deixam a pele respirar, não obstruem os poros e não levam ao aparecimento de novas borbulhas.

Depois de garantir que a pele está limpa e os produtos são os mais adequados, está na hora de começar a magia! Comece por disfarçar as marcas e borbulhas vermelhas com um corretor de cor verde. Coloque uma pequena quantidade de corretor num pincel ou no dedo (não se esqueça de lavar as mãos!) e aplique sobre a borbulha, esbatendo suavemente. De seguida, aplique uma base oil free com os dedos ou um pincel. Finalize aplicando um pó mineral matificante em todo o rosto com o auxílio de um pincel. Dica: limpe os pincéis com regularidade para eliminar bactérias e sujidades que aumentam a produção de oleosidade.

Depois de corrigir a pele, está na hora de destacar as suas melhores características faciais e chamar a atenção para outros pontos do rosto. Evite tons intensos, tanto para os olhos como para os lábios, pois realçam mais a vermelhidão da pele. Opte por tons terra, beige e toupeira para os olhos e rosa ou nude para os lábios. Evite fórmulas muito brilhantes e, nos lábios, fuja dos glosses: prefira um batom matificante.

E está pronta para sair! Recupere a confiança com pequenos truques que garantem a duração da maquilhagem, como a reaplicação de pó matificante ao longo do dia e a utilização de oil absorving sheets, umas pequenas folhinhas que absorvem a oleosidade da sua pele sem estragar a maquilhagem. Ao final do dia, já sabe… Está na hora de limpar e cuidar da pele, para amanhecer no dia seguinte livre de borbulhas!

Lídia Tavares Dias
Content Creator

 

Low-Poo, No-Poo e Co-Washing: cabelo mais bonito com menos lavagens

A procura por alterantivas mais naturais, mais amigas do ambiente e, sobretudo, menos agressivas para o organismo tem vindo a ganhar poder em áreas como a estética e a beleza. Na área da cosmética capilar, as tendências low poo, no poo e co wash tem vindo a convencer cabeças por todo o mundo!

Divulgadas no livro «Curly Girl», de Lorraine Massey, estas  técnicas são especialmente indicadas para cabelos encaracolados e crespos que, por serem mais secos e frágeis, beneficiam da camada lipídica natural que os produtos com sulfatos pretendem eliminar. Por outro lado, esta camada lipídica tem uma distribuição menos uniforme nos cabelos encaracolados, pela sua estrutura. Assim, evitando a eliminação desta oleosidade natural, é possível manter o cabelo mais bonito, durante mais tempo.

O low poo defende a lavagem do cabelo com champôs sem sulfatos e a utilização de produtos de modelação (cremes de pentear, espumas, séruns) sem petrolatos (parafina líquida, óleo mineral e vaselina). O co wash é uma técnica onde se alterna a lavagem com champô com lavagens com condicionadores sem silicones, para uma limpeza mais suave dos fios e do couro cabeludo. O no poo é a tendência mais radical: não são permitidos champôs, mesmo os que não possuem petrolatos nem sulfatos. Nesta técnica, também não são permitidos produtos capilares que possuam silicones na sua composição, uma vez que estes não são solúveis e requerem a utilização de champôs mais agressivos.

Mas vou ficar com o cabelo sujo? Não. São os elementos como a parafina líquida, óleo mineral e vaselina que tornam necessários os champôs com sulfatos, pois estes ingredientes não são solúveis em água, sendo necessários produtos mais agressivos para removê-los dos fios. Ao eliminá-los da sua rotina, não existe necessidade de usar champôs com sulfatos.

Para aderir a estas tendências, terá de fazer os trabalhos de casa e estudar muito bem os rótulos. Embora, hoje em dia, já existam no mercado alguns produtos comercializados especificamente para low poo e no poo, existem muitos outros para outras necessidades capilares que poderão ser usados por não possuir nenhum dos ingredientes proibidos. Faça uma pesquisa online, anote todos os ingredientes proibidos (os silicones insolúveis, por exemplo, podem ter variadas designações) e leve consigo quando for às compras. Se quiser, também pode usar produtos naturais: o bicarbonato de sódio, o mel e o óleo de coco são bastante populares entre as seguidoras da tendência no poo e promovem uma limpeza suave dos fios e do couro cabeludo.

Invista numa beleza mais natural e menos agressiva… O seu cabelo agradece!

Lídia Tavares Dias
Content Creator

 

Cosmética Orgânica: a tendência da beleza consciente

Estamos cada vez mais conscientes do que faz mal ao ambiente e ao nosso corpo. Reduzimos o açúcar, o sal, as gorduras, privilegiamos os alimentos frescos e biológicos e cuidamos do nosso corpo como nenhuma geração o fez. Com todo este foco no que é natural e saudável, porque não trazer esta tendência também para a cosmética?

Se os alimentos processados impedem o organismo de funcionar corretamente, também os químicos presentes nos cosméticos prejudicam a pele, resultando em sintomas como pele sensível e acne, entre outros. Se contabilizarmos os químicos presentes nos produtos usados no dia a dia – entre géis de banho, champôs, cremes, loções e maquilhagem – é possível que tenhamos um valente susto…Então, como reduzir a quantidade de parabenos e outros químicos a que expomos a nossa pele?

A cosmética orgânica, ou biológica, é a resposta a esta necessidade. Atenção: não confundir natural com orgânico! Os produtos naturais não contêm parabenos, fragrâncias, corantes artificiais ou derivados do petróleo. No entanto, os produtos naturais não são necessariamente orgânicos. Os produtos orgânicos, para além da sua fórmula com componentes naturais, são cultivados de forma natural, sem recurso a pesticidas e outros químicos. A certificação dos produtos orgânicos obedece a uma série de regras, como a percentagem de ingredientes provenientes de agricultura biológica e o impacto ambiental das embalagens.

Quais são os benefícios dos cosméticos orgânicos?

  • Maior segurança nos produtos – Embora todos os produtos cosméticos sintéticos e respetivos ingredientes sejam submetidos a testes de segurança, ainda não se conhece ao certo os efeitos de uma utilização contínua e prolongada. Ao escolher a cosmética orgânica, estamos a apostar na segurança dos produtos naturais.

  • Evitar o efeito «cinderela» – Muitos cosméticos limitam-se a disfarçar imperfeições. São exemplo disso os silicones. Habitualmente presentes em séruns para o cabelo, apenas «mascaram» as pontas secas, dando ao cabelo um aspeto saudável, sem tratar verdadeiramente o problema. O resultado? Quando lavamos o cabelo, as pontas voltam a estar secas… Muitas vezes, ainda mais secas!

  • Baixo risco de efeitos secundários – Os componentes químicos presentes na maioria dos cosméticos podem causar irritações, sensibilidade e alergias. Em casos raros, podem até causar problemas de saúde graves. Os produtos naturais não oferecem riscos em termos de toxicidade e são mais eficazes.

  • Menor pegada ambiental – Estes cosméticos são produzidos sob uma ótica de consumo consciente, visando minimizar o impacto ambiental através da utilização de processos e embalagens não prejudiciais ao ambiente.

Consumir de forma consciente, minimizando o impacto no ambiente e na nossa saúde, está na moda! Junte-se a esta tendência!

Lídia Tavares Dias
Content Creator

5 Pecados Capitais da Pele

No que diz respeito à pele, é indispensável um cuidado diário para manter o aspecto saudável e jovem. Limpar e hidratar é fundamental, mas será que é suficiente? Alguns hábitos do quotidiano podem estar a prejudicar a sua pele. Fique a conhecer os 5 pecados capitais da pele:

  1. Usar produtos inadequados – Um creme qualquer é melhor do que nenhum creme, certo? Errado! Ao usar um produto inadequado para a sua pele, não está a proporcionar-lhe a dose de hidratação correta e poderá causar um desequilíbrio que agrave problemas já existentes.
  2. Não dormir horas suficientes – Não usamos a expressão «sono de beleza» em vão. Uma boa noite de sono é essencial para uma pele reparada e a falta de descanso pode provocar, entre outras coisas, pele baça e olheiras.
  3. Não usar protetor solar – A exposição solar sem filtro de proteção é um dos principais motivos do envelhecimento precoce da pele. Usar diariamente um protetor solar para rosto e pescoço com FPS 30 ou 50 irá garantir que a sua pele permanece mais jovem, por mais tempo.
  4. Não beber água – A hidratação também vem de dentro e, como tal, para uma pele bonita e saudável, não pode esquecer a garrafa de água! 1,5l é o mínimo diário.
  5. Não limpar os acessórios de maquilhagem – Pincéis e esponjas são autênticos viveiros de bactérias! É nojento, mas é verdade. Se não limpar frequentemente os acessórios de maquilhagem, estas bactérias irão tornar-se inquilinas indesejadas da sua pele, causando problemas como borbulhas, inflamações, etc.

Agora que já conhece os 5 pecados capitais, ainda está a tempo de se redimir. Se tem algum destes hábitos, está na hora de mudar. Vai ver como a sua pele agradece!

Lídia Tavares Dias
Content Creator

Marcas & Dicas de Maquilhagem para o resto do ano

Hoje volto a falar-vos de maquilhagem. Tenho vindo a apaixonar-me cada vez mais por produtos de cosmética, acredito que podem criar arte. E estão tanto na moda.

Começo por dizer-vos que a maquilhagem não é um 31 dificílimo. É preciso prática, talvez uns quantos workshops mas ainda mais fácil do que isso é ver tutoriais de influencers especializadas nestes produtos. Por exemplo os da:

Huda Beauty – blogger muçulmana que se tornou conhecida por usar a sua cara como tela. O sucesso foi tal que lançou uma linha de maquilhagem dos seus próprios produtos!

Disponível ainda em poucas lojas, mas a chegar em peso a Portugal.

palete

Palete de sombras ‘Rose Gold Edition’ Huda Beauty.

Produtos amigos da pele e com um sem fim de escolhas: desde sombras extravagantes a batons matte para o dia-a-dia.

Já que os olhos esfumados voltaram a estar na moda, aproveito para vos dizer que já não são só os tradicionais pretos: há que arriscar em degradés cor de rosa/roxo ou dourados (por exemplo).

Kat Von D – a coleção está para chegar a Portugal (já viram a publicidade espalhada por Lisboa?).

Aqui mudam as regras: a coleção é mais gótica, ajustando-se ao estilo da sua criadora. Não deixa de ser fascinante, até porque outra tendência é usar apenas um batom bem forte – esquecendo qualquer outro tipo de olhos pintados ou iluminadores.

batom

Batom ‘Everlasting Lipstick’ Kate Von D

Das passerelles para as nossas saídas à noite, começa a arriscar-se também tons dourados, prateados ou simplesmente brilhantes.

Fenty Beauty – a Rihanna lançou a sua linha de cosméticos composta por produtos mais sóbrios, mas ainda assim com um ou outro a sair fora da caixa. Tem 40 tons de base…. Acho que oficialmente deixámos de ter desculpa para não a usar!

É só escolher o tom mais ajustado e garantimos que conseguimos esconder imperfeições e uniformizamos a pele.

base

40 tons de base líquida ‘Pro Filt’r Fenty Beauty

Também conta com uma linha de vernizes (Fenty x Puma) – desconfio que esta tendência seja a mais extravagante: vernizes neon, florescentes, com aplicações ou com desenhos/palavras. A palavra de ordem é extravagância.

Mas pronto, por aqui podemos continuar a usar os clássicos.

Para opções mais em conta, há que estar atenta à Kiko Milano. Para além de inúmeras linhas de maquilhagem para o dia a dia, este ano conta com 7 colecções cápsula para celebrar os seus 20 anos.

 

kiko

Coleção Cápsula ‘Mini Divas’ por Benedetta Bruzziches

Produtos muito profissionais com preços acessíveis e muitas vezes promoções aliciantes.

Estejam atentas e mergulhem ao mundo da maquilhagem. Ainda por cima agora que vem aí o Inverno e o bronze já se foi embora.

 

Francisca Pedra Soares

Texto redigido segundo o novo acordo ortográfico

 

4 dicas para uma #Pelesemfiltros

Pele de invejar, sem precisar de filtros do Instagram? É possível, com dedicação e algumas dicas que lhe vou deixar:

  • Limpe e hidrate a pele todas as manhãs e todas as noites. Nem sempre temos paciência ou tempo, mas a limpeza e hidratação são regras incontornáveis. Sem estes passos, é impossível conseguir uma pele perfeita. Deve usar um produto de limpeza suave, uma toalha limpa para secar a pele e um creme de dia ou de noite (conforme a altura do dia). combinado com um cuidado para olhos.
  • Conheça a sua pele. Saiba escolher os produtos de acordo com o tipo de pele que tem (seca, normal, oleosa ou mista) e aprenda a ler os sinais que esta lhe dá: se tem tendência a descamar quando está mais stressada, se cria borbulhas quando come determinado alimento, etc.
  • Aposte nas máscaras. Além do efeito relaxante que proporcionam, as máscaras oferecem um cuidado extra muito importante para manter a vitalidade da pele. Existem à venda muitas diferentes, disponíveis, e até pode apostar em máscaras caseiras, à base de produtos naturais.
  • Faça esfoliações. Uma a duas vezes por semana, o esfoliante vai ser o seu melhor amigo. Será ele que lhe permitirá remover as células mortas da pele e as impurezas mais difíceis, para garantir que a pele está sempre bonita e viçosa.

Seguindo estes conselhos, pode esquecer os filtros e colocar a sua selfie directamente no Instagram!

Lídia Tavares Dias
Copywriter/Content Creator