Cancro da mama: prevenir é sempre o melhor remédio

Segundo a Laço (associação sem fins lucrativos que tem como objetivo ter um impacto significativo na prevenção, diagnóstico e tratamento do cancro da mama no nosso país) 1 em cada 11 mulheres em Portugal irá ter cancro da mama ao longo da sua vida.

O tumor maligno mais frequente na mulher é o cancro da mama. O cancro da mama está associado a uma imagem de grande gravidade, dado que é um órgão cheio de simbolismo na maternidade e na feminilidade. A sua incidência em Portugal é de 90 novos casos por ano em cada 100 000 habitantes.

body-image-1A idade é um factor de risco para esta doença, a partir dos 50 anos mais do que duplica, sendo que passamos a ter 200 casos por ano por cada 100 000 habitantes. Anualmente no nosso país são detectados 6 000 novos casos de cancro da mama, e cerca de 1 500 mulheres morrem com esta doença. Contudo, cerca de 1% de todos os cancros na mama são no homem.

 
Mas a boa noticia é que a doença tem um bom prognóstico se detectada a tempo. Em média, 85% das mulheres com cancro da mama retoma a sua vida normal após 5 anos de terem estado doentes.Este é um cenário muito agradável em comparação com outros cancros. Não obstante, é a principal causa de morte em mulheres por cancro devido à sua alta incidência.

A mortalidade por cancro da mama tem diminuído de forma continua e persistente, atribuindo-se a este fenómeno o aumento dos rastreios por mamografia, o que leva a diagnosticar o cancro em estádios cada vez mais precoces.

breast-cancer-ad-2-e1426530412786
Por isso, pela sua saúde e por aqueles que a amam, realize anualmente o rastreio.Porque prevenir, nunca sai de moda!

 
Ana Lopes, profissional na área de Forex and Money Market no BNP Paribas. Tenho a escrita como hobbie e tenho uma paixão por comida, viagens, desporto e alimentação saudável. Este é o meu primeiro artigo no Blog da Dress for Success e tinha de versar esta temática tão importante, não só pelas guerreiras que conheço que já enfrentaram a doença, como por aquelas que vi partir.

Anúncios