Como usar brilho em looks diurnos

Os tecidos metálicos são uma das principais tendências desta estação.

Já não são novidade, mas a verdade é que continuam a ter um grande destaque e a fazer as delícias das mulheres.

Noutros tempos, o uso de brilho estava associado a uma festa ou evento nocturno. Timidamente, os metalizados começaram a surgir de dia em acessórios e pequenos apontamentos.

Foram ganhando cada vez mais destaque e, actualmente, podem ser usados em todas as ocasiões e alturas. As mulheres estão mais arrojadas e não têm receio de acrescentar brilho aos seus looks do dia-a-dia.

No entanto, não esquecer que é essencial uma boa dose de moderação e bom senso!!

Looks suaves

rita completo - consultoria de imagem - dress for success - como usar brilho de dia - suave (1)

Para construírem look equilibrados e mais discretos, usem apenas uma peça com brilho.

Misturem essa peça com outras mais casuais, como uns ténis ou um blusão de ganga, para looks mais descontraídos ou optem por conjugar com peças simples e de cores neutras claras, para looks mais formais, adequados a ambientes profissionais.

Looks mais arriscados

rita completo - consultoria de imagem - dress for success - como usar brilho de dia - arrojado

Se gostam de arriscar um pouco mais…

Experimentem misturar vários acessórios com brilho. Ou usar metalizados coloridos. Ou misturar com outras peças coloridas. Ou misturar com padrões. Etc…

Vai resultar em looks bastante criativos e divertidos.

Mas não se esqueçam que até para looks arrojados é necessário bom senso, para que não passem uma mensagem inapropriada ao local/ocasião.

Prontas para começar a dar brilho ao vosso dia?

Rita Completo, Consultora de Imagem

 

Anúncios

Marcas & Dicas de Maquilhagem para o resto do ano

Hoje volto a falar-vos de maquilhagem. Tenho vindo a apaixonar-me cada vez mais por produtos de cosmética, acredito que podem criar arte. E estão tanto na moda.

Começo por dizer-vos que a maquilhagem não é um 31 dificílimo. É preciso prática, talvez uns quantos workshops mas ainda mais fácil do que isso é ver tutoriais de influencers especializadas nestes produtos. Por exemplo os da:

Huda Beauty – blogger muçulmana que se tornou conhecida por usar a sua cara como tela. O sucesso foi tal que lançou uma linha de maquilhagem dos seus próprios produtos!

Disponível ainda em poucas lojas, mas a chegar em peso a Portugal.

palete

Palete de sombras ‘Rose Gold Edition’ Huda Beauty.

Produtos amigos da pele e com um sem fim de escolhas: desde sombras extravagantes a batons matte para o dia-a-dia.

Já que os olhos esfumados voltaram a estar na moda, aproveito para vos dizer que já não são só os tradicionais pretos: há que arriscar em degradés cor de rosa/roxo ou dourados (por exemplo).

Kat Von D – a coleção está para chegar a Portugal (já viram a publicidade espalhada por Lisboa?).

Aqui mudam as regras: a coleção é mais gótica, ajustando-se ao estilo da sua criadora. Não deixa de ser fascinante, até porque outra tendência é usar apenas um batom bem forte – esquecendo qualquer outro tipo de olhos pintados ou iluminadores.

batom

Batom ‘Everlasting Lipstick’ Kate Von D

Das passerelles para as nossas saídas à noite, começa a arriscar-se também tons dourados, prateados ou simplesmente brilhantes.

Fenty Beauty – a Rihanna lançou a sua linha de cosméticos composta por produtos mais sóbrios, mas ainda assim com um ou outro a sair fora da caixa. Tem 40 tons de base…. Acho que oficialmente deixámos de ter desculpa para não a usar!

É só escolher o tom mais ajustado e garantimos que conseguimos esconder imperfeições e uniformizamos a pele.

base

40 tons de base líquida ‘Pro Filt’r Fenty Beauty

Também conta com uma linha de vernizes (Fenty x Puma) – desconfio que esta tendência seja a mais extravagante: vernizes neon, florescentes, com aplicações ou com desenhos/palavras. A palavra de ordem é extravagância.

Mas pronto, por aqui podemos continuar a usar os clássicos.

Para opções mais em conta, há que estar atenta à Kiko Milano. Para além de inúmeras linhas de maquilhagem para o dia a dia, este ano conta com 7 colecções cápsula para celebrar os seus 20 anos.

 

kiko

Coleção Cápsula ‘Mini Divas’ por Benedetta Bruzziches

Produtos muito profissionais com preços acessíveis e muitas vezes promoções aliciantes.

Estejam atentas e mergulhem ao mundo da maquilhagem. Ainda por cima agora que vem aí o Inverno e o bronze já se foi embora.

 

Francisca Pedra Soares

Texto redigido segundo o novo acordo ortográfico

 

4 dicas para uma #Pelesemfiltros

Pele de invejar, sem precisar de filtros do Instagram? É possível, com dedicação e algumas dicas que lhe vou deixar:

  • Limpe e hidrate a pele todas as manhãs e todas as noites. Nem sempre temos paciência ou tempo, mas a limpeza e hidratação são regras incontornáveis. Sem estes passos, é impossível conseguir uma pele perfeita. Deve usar um produto de limpeza suave, uma toalha limpa para secar a pele e um creme de dia ou de noite (conforme a altura do dia). combinado com um cuidado para olhos.
  • Conheça a sua pele. Saiba escolher os produtos de acordo com o tipo de pele que tem (seca, normal, oleosa ou mista) e aprenda a ler os sinais que esta lhe dá: se tem tendência a descamar quando está mais stressada, se cria borbulhas quando come determinado alimento, etc.
  • Aposte nas máscaras. Além do efeito relaxante que proporcionam, as máscaras oferecem um cuidado extra muito importante para manter a vitalidade da pele. Existem à venda muitas diferentes, disponíveis, e até pode apostar em máscaras caseiras, à base de produtos naturais.
  • Faça esfoliações. Uma a duas vezes por semana, o esfoliante vai ser o seu melhor amigo. Será ele que lhe permitirá remover as células mortas da pele e as impurezas mais difíceis, para garantir que a pele está sempre bonita e viçosa.

Seguindo estes conselhos, pode esquecer os filtros e colocar a sua selfie directamente no Instagram!

Lídia Tavares Dias
Copywriter/Content Creator

Qual a sua proposta de valor no mercado laboral?

Todos possuímos um conjunto de aptidões ímpares e singulares que nos distinguem de todos e nos trazem valor no mercado de trabalho. Podemos desconhecê-lo, porém, a competência que possuímos para processar um texto, influenciar um grande grupo de pessoas ou até mesmo trabalhar em equipa são, de facto, competências irrepetíveis para qualquer entidade empregadora e que não devem ser descartadas.

Talvez seja a sua capacidade de manter a calma em situações de maior stress e mais problemáticas. Ou então a sua prontidão na execução de tarefas de elevada concentração. Se calhar é uma pessoa criativa, com ideias originais, claramente capaz de criar valor através de novos conteúdos e soluções inovadoras!

Não deve descurar uma reflexão sobre o mercado laboral, porém é fundamental perceber o seu espaço nele e qual a possibilidade de atingir a carreira que tanto ambiciona. A sua proposta de valor deverá estar assente nos seguintes pilares:

  • Autoconhecimento, certamente nesta etapa o que mais pode prejudicar a sua carreira é a ignorância. Identifique as suas experiências (profissionais, académicas, pessoais), quantifique-as através de números e reflita sobre as competências que conseguiu extrair dessas mesmas experiências. Possuir uma perceção clara e concisa é o primeiro passo;
  • Averiguar o mercado, quais os setores com maior taxa de crescimento nos últimos 5 anos? Conhecer as organizações e as suas realidades não é só importante para a procura de trabalho, é-o também para que tome consciência das oportunidades e possa tomar decisões ponderadas e informadas na escolha de um determinado projeto profissional;
  • Comunicação, adotar uma estratégia nos diversos canais de comunicação pode ser um ponto de partida para garantir posteriormente uma oferta de emprego. Possuir um CV atualizado de apenas uma página, configurar uma assinatura de e-mail ou mesmo contatar diretamente o responsável dos recursos humanos da organização para qual quer tanto trabalhar pode ser imperativo no sucesso desta fase.

Num contexto em que o mercado atingiu níveis de saturação e de competitividade críticos, torna-se basilar procurar formas de vender o nosso «produto» para além do convencional. Seja memorável.

Pronta para pôr em prática o que aprendeu?!

João Santos

 

Um Rebranding de t-shirts!

Dizem que nesta nova estação, são as pernas as principais protagonistas. Não duvido! No entanto, nas minhas passeatas lisboetas entre o luxo e o fast-fashion foram as t-shirts as personagens principais.

Maravilhei-me ao ver como uma peça, aparentemente tão simples, toma formas e abraça apetrechos tão espalhafatosos como essenciais.

hmContinuando com as lantejoulas das noites de verão, até às penas aconchegantes do inverno: as t-shirts reinventam-se este ano.

Acompanham também o movimento feminista que se tem vindo a afirmar no mundo da moda há cerca de um ano, sendo compostas por frases como «Who run the world? Girls» ou «Girl Power».

Muito interessante é pensar que quem tem jeitinho de mãos até pode pô-las à obra em casa: pegar numa tshirt já sem graça e aplicar-lhe um colar antigo ou lenço sem rumo.

zaraPor norma, t-shirts monocolor (as cores básicas de preferência: preto, branco e cinzento) com enfeites de um sem fim criativo.

Têm tanto de original como confortável: os formatos são largos e com decote redondo. Se dantes eram para fins-de-semana relaxados, hoje já algumas podem conjugar-se com um blazer e formar um outfit formal.

Como frequentemente acontece na moda, as hipóteses podem ser infinitas: compramos uma t-shirt e podemos conjugá-la com quase todo o nosso guarda-roupa. Fica ao nosso critério saber personalizá-la!

Francisca Pedra Soares

Texto redigido segundo o novo acordo ortográfico

OS MEUS RICOS MENINOS!

Temos sempre tendência para considerar as nossas crianças (filhos, netos, sobrinhos, afilhados, etc) como as mais encantadoras do mundo!

São as mais inteligentes, engraçadas, charmosas e divertidas crianças que alguma vez se viu e quem, no seu perfeito juízo, poderá deixar de ficar totalmente embevecido diante destes pequenos anjos?

Ainda bem que assim é; mas temos de ser cautelosos e que as nossas crianças e os seus múltiplos encantos não nos façam perder as mais básicas regras de cortesia e civilidade; não podem, nem devem ser desculpa para nos fazer esquecer que a nossa liberdade termina onde começa a liberdade do próximo.

Desde logo há inúmeras pessoas que não gostam de crianças, por mais estranho que nos possa parecer, e merecem também o nosso respeito.

Sair com as crianças ao supermercado, a um restaurante, a uma loja requer cuidado, trabalho e algumas regras básicas.

O parque infantil, o recreio da escola, o jardim são lugares onde as crianças podem extravasar toda a sua energia e alegria. Nos locais onde necessariamente estão outros adultos, com e sem crianças, siga as regras da boa educação.

  • Ensine as suas crianças a não gritar nestes espaços; não é aceitável deixá-las fazer gincanas animadas entre as mesas do restaurante ou pelos corredores do supermercado; se por acaso for necessário distraí-los com o seu telemóvel ou i-pad ou com a consola de jogos certifique-se que o som destes aparelhos está num volume razoável, que não incomoda os outros.
  • Atenção às birras. Elas acontecem e há crianças que as fazem a todo o momento; tenha calma, respire fundo e se necessário saia com a criança até que passe a tempestade. E por favor nunca desate aos gritos por cima da berraria do seu anjinho a pô-lo na ordem…
  • Se tem um bebé de poucos meses e foi finalmente aquele romântico jantar com o seu marido, pelo qual ambos tanto ansiaram, pode acontecer que o seu bebé não pare de chorar; eu bem sei que é pouco romântico mas se necessário um dos pais deve retirar-se com o bebé e procurar que a hora do lobo passe com uma voltinha ao quarteirão.
  • Por fim os transportes públicos! É bem comum o menino de 5 ou 6 anos tranquilamente alapardo no seu assento enquanto segue de pé o senhor de 90 anos e bengala. Em geral, há sempre uma mãe que riposta quando lhe chamam a atenção para a injustiça «o meu filho paga bilhete como todos, tem tanto direito a ir sentado como o senhor»! Aqui temos dois erros num só. Desde logo a falta de respeito pelos mais vulneráveis, que mais apoio devem ter, mas também a mensagem que se passa à criança «pagando meu rico menino tens o direito de espezinhar quem queiras» não é um bom princípio educativo…

Gozemos, pois, todo o encanto dos nossos ricos meninos mas sem nunca perder de vista a educação e o respeito pelo próximo.

Maria Teresa Mouzinho,  Editora

 

A TRILOGIA DO TEMPO

Querido Presente,

Já faz tempo que me ando a lembrar de ti, mas estive de férias, a recarregar energias, e precisei de tempo para mim, para voltar a colocar as ideias no lugar. Esta paragem serviu para avaliar o ano que passou. E estes processos são mais interessantes de se fazer numa caminhada na praia ao final da tarde, com as ondas do mar como banda sonora e o horizonte como pano de fundo.

De facto, não tenho sido uma boa amiga, pois passo muito tempo a fazer companhia ao Passado, a reviver momentos e a lembrar tanto as minhas derrotas como as minhas conquistas. Mas no fundo, eu e o Passado acabamos sempre por rir, tanto das coisas más, como das coisas boas. Não digo que seja sempre fácil lidar com ele, mas ele está sempre tão disponível que se torna difícil deixá-lo por muito tempo.

Já o Futuro, esse nem vê-lo. Bem que eu e o Passado andámos a fazer suposições de como ele estaria e o que andaria a fazer. Mas nenhuma notícia até agora, apenas suposições e especulações. Por vezes até fico ansiosa, mas o Passado lá me devolve aquelas lembranças que me fazem rir.

Mas tenho saudades tuas, Presente! Os momentos mais importantes que vivi até agora, para não dizer mesmo todos os momentos, foram vividos contigo. Tudo passa demasiado depressa na tua companhia, mas essa adrenalina torna tudo muito mais interessante. É contigo que posso aceitar o que sou e tenho, agradecer todas as experiências da minha vida e construir um EU melhor a partir das memórias que revivo com o Passado.

És uma riqueza enorme que o Tempo me deixou e mesmo assim, por vezes recorro mais à companhia do Passado do que à tua. Espero que não fiques muito ciumento. Não o faço por mal, é mesmo só porque tu desapareces num instante e ele está sempre lá para mim.

Agora que regresso de umas férias tão relaxantes, estabeleci esta meta comigo mesma: passar mais tempo com o meu amigo Presente! Sei que contigo e com as experiências que vamos viver em conjunto, aprenderei a ser mais agradecida, a perceber a abundância que existe na minha vida. Desta forma serei mais feliz, menos ansiosa e estarei onde a vida se constrói.

Quanto ao Futuro, desse continuo sem notícias, por isso nada de stresses; e o Passado é para disfrutar, com tranquilidade, pois ele não irá a lado nenhum. Quem me dera, amigo Presente, poder inspirar muitas pessoas a passar mais tempo contigo…!

 

Filomena Gonçalves, blogger, image coach, voluntária da DFS Lisboa